Início Aplicativos Em breve poderá encomendar o McDonald’s a partir do seu smartphone

Em breve poderá encomendar o McDonald’s a partir do seu smartphone

COMPARTILHAR

O McDonald’s tem sido um líder na indústria de fast food, mas tem caído para trás de seus concorrentes em um grande caminho: não tem fornecido aos clientes uma forma de ordem e pagar as suas refeições via smartphone ou outro dispositivo móvel. Agora, a empresa está se preparando para lançar a tecnologia móvel de encomenda e pagamento, de acordo com a Business Insider.

Um representante da empresa disse à Business Insider que a tecnologia inicialmente será lançada nos Estados Unidos e em vários mercados internacionais no próximo ano, com mais de 25 mil lojas usando o sistema até 2018. A mudança ajudaria a cadeia de restaurantes a se aproximar de concorrentes como Starbucks, Dunkin ‘Donuts e Chick-fil-A, que têm aplicativos que permitem aos clientes fazerem seus pedidos antes de chegarem à loja e, em alguns casos, pagam diretamente pelo aplicativo.

A TECNOLOGIA LANÇARÁ EM 2017 E ALCANÇARÁ 25.000 LOJAS EM 2018

O McDonald’s já experimentou aplicações móveis de ordem e pagamento no passado em países como a Áustria e a Tailândia. No entanto, a empresa parece pronta para levar a tecnologia para mercados muito maiores: lançou seu aplicativo em outubro de 2015, que permite aos clientes navegar nos menus, encontrar locais próximos e obter ofertas, mas não inclui a capacidade de encomenda ou pagamento. Na época, o CEO do McDonald’s, Steve Easterbrook, observou que a empresa planeja atualizar seu aplicativo com funções de compra e pagamento por celular.

A empresa começou a testar o sistema de pedido e pagamento móvel em 2014 em 22 locais perto de Columbus, Geórgia. Os clientes encomendaram comida através do aplicativo e digitalizaram um código QR, quando eles pegaram o alimento, que automaticamente cobrava um cartão de crédito ou débito vinculado ao aplicativo. A empresa também lançou quiosques self-service para locais na Europa, Ásia e Estados Unidos, o que ajudaria os clientes a ignorar linhas e personalizar suas encomendas.

Fonte: Business Insider