5 dicas para fazer compras seguras pelo celular

Os sistemas operacionais e as grandes marcas de smartphone a todo momento tem que lançar atualizações para fechar brechas de segurança e impedir a ação de cibercriminosos. O objetivo destes é claro: invadir os aparelhos para roubar dados ou desviar dinheiro.

Um momento sensível no uso de celulares é no momento de fazer compras: afinal para completar qualquer negócio é preciso informar alguns dados pessoais e sua forma de pagamento. Por isso, ter em mente as dicas que iremos apresentar abaixo pode evitar qualquer problema e não impedir o uso da tecnologia para sua comodidade e melhora de qualidade de vida.

Tente não pagar com cartão

Fazer compras online com cartão de crédito e débito é o mais comum e também o mais fácil. Em alguns apps só é preciso cadastrar seu cartão e automaticamente as compras podem ser feitas com poucos toques na tela. Mas infelizmente esse também é um prato cheio para os mal-intencionados.

Como é preciso informar o número do cartão, nome nele, data de validade e para finalizar o código de segurança, todos os dados foram disponibilizados e um vazamento pode ser traumático. As empresas investem cada vez mais em cibersegurança, criptografias e na proteção dessas informações, mas garantir 100% de segurança é impossível.

Por isso tente métodos “únicos”, que geram um código por vez. Cada vez mais os sites de e-commerce aceitam diferentes opções para atender a todos os gostos e necessidades. As melhores casas de apostas se destacam nesse sentido por oferecer muitos métodos de depósito e saque, não só os cartões. Algumas delas se abriram inclusive para as criptomoedas, que se usadas da forma correta podem ser muito seguras. Além do Bitcoin também há o Litecoin, Ethereum, Cardano e outras.

Métodos mais tradicionais nas casas de apostas incluem o PIX – é preciso usar uma chave única para a transação e abrir o app do banco -, o bom e velho boleto bancário, que também tem um código único e pede para escanear ou copiar e colar o código de barras ou então um cartão de crédito pré pago ou de uso único. Esses cartões são emitidos por vários bancos e servem justamente para compras online, criando uma versão só para aquela compra específica, com código de segurança e números próprios.

Ao comprar online tente encontrar plataformas que aceitam diversas formas de pagamento e opte não só pela comodidade, mas pela segurança também.

Não use redes desconhecidas

Usar um wi-fi gratuito para não gastar a rede de dados é algo que pode ser bem-vindo, mas no momento de fazer compras é um risco de segurança. Isso porque cada acesso a uma rede wi-fi o computador ou smartphone informa dados como IP e com outras informações você pode ter sua navegação interceptada e seus dados roubados. Ao fazer compras só use a sua rede wi-fi – e protegida – ou então seu 3G ou 4G (em breve 5G também).

Crie senhas fortes

A senha é muitas vezes a única barreira de proteção de sua conta, por isso abrir mão dessa segurança para colocar uma senha fácil e óbvia não é algo inteligente. Misture números, letras maiúsculas, minúsculas e caracteres especiais. Na medida do possível, tente variar entre os vários sites e apps e mudar de tempos em tempos.

Confie apenas em sites e apps seguros

A importância dos dados e sua segurança é um assunto cada vez mais abordado por pessoas do ramo da tecnologia e uma preocupação até de legisladores. Várias leis, como a LGPD e GDPR, foram criadas para ressaltar esse valor e a necessidade de proteger informações das pessoas. Por isso só confie em sites e apps que seguem essas normas e tem credibilidade em seus mercados. Desconfie de quem pede muitas informações para ações básicas.

Não clique em links suspeitos

O envio de links suspeitos com promoções imperdíveis é uma das formas de golpistas para roubar seus dados e cometer suas ações criminosas. Isso envolve desde o envio de links por SMS usando listas roubadas de números de celular, o disparo de e-mails em massa e até a invasão de contas no Instagram e Facebook.

Por isso sempre siga os perfis oficiais das lojas que você mais gosta, entre no site sempre que você receber uma promoção que parece boa demais para ser verdade e assim ter uma garantia real ou até vá em uma loja se não for grande transtorno. Checar duas, três vezes é sempre algo bom e a promoção que “irá acabar em poucos minutos” não só é repetida em várias oportunidades pelas lojas mais ativas como ninguém irá perder cliente que tem interesse em comprar.

Artigo anteriorYashahime Episódio 37 traz alegria – mas o que vem a seguir?
Próximo artigoSamsung diz que remessas dobráveis aumentaram 4 vezes em 2021
Benvindo Zacarias
Fundador do Coluna Tech, Formado em ciência da computação aprecia tecnologia e inovação.”Gosto muito de tecnologia e tudo o que ela traz de melhorias em nossas vidas.”