Início Artigo Qual o melhor, antivírus ou antimalware ? Saiba a diferença

Qual o melhor, antivírus ou antimalware ? Saiba a diferença

Lembra quando a única coisa que poderia infectar o seu computador era um vírus? Parece que se passou uma eternidade, já que recentemente, existe um grande número de ameaças sendo desenvolvidas a cada segundo. Nos dias de hoje, é possível ouvir as palavras malware, adware, trojan e worms frequentemente, mas o que essas palavras significam?

E, mais importantemente, como essas ameaças podem afetar o seu sistema? O fato é que os hackers vem evoluindo desde a última década e se tornaram cada vez mais sofisticados, fica difícil saber que tipos de ameaça eles podem estar guardando para o seu computador.

Afinal, qual é a grande diferença?

Antes de saber que tipo de proteção você precisa para a sua rede, vale saber a diferença entre o malware e o vírus. O malware é definido como:

Um termo genérico que se refere a todos os tipos de programas ou códigos maliciosos que podem se unir a um ou vários arquivos em seu sistema. Alguns tipos de malware conhecidos são ransomware, nagware, rootkits, spyware, worms e vírus. Um vírus é definido como:

Um tipo de programa ou código malicioso, o que separa o vírus de seus primos terríveis é a maneira com a qual ele funciona. Geralmente, o vírus permanece em um estado dormente e atua em segundo plano, já que o seu objetivo é espalhar a sua infecção sem ser percebido.

Mesmo sendo um vilão mudo, o vírus é capaz de roubar as suas informações e até mesmo realizar um ataque distribuído de negação de serviço (DDoS) em certos sites.

O poder do conhecimento

Existe um grande nível de marketing circulando na indústria tecnológica. De fato, o motivo pelo qual a maioria das pessoas estão acostumadas com o termo “vírus” se deve ao fato de que as empresas de desenvolvimento de programas de proteção antigamente usavam o vírus como um ponto de venda, mesmo sabendo da existência de vários outros tipos de ameaça no mundo virtual.

Agora que você sabe que o vírus é apenas um derivado do malware, é hora de se perguntar o quanto você está vulnerável. Isto vai lhe ajudar a escolher o programa de proteção ideal para o seu sistema e a sua rede. Algumas perguntas que você precisa refletir são:

  • Eu tenho uma vida financeira online? Você costuma fazer compras, usar o banco ou vender algum tipo de objeto online? Tudo isso faz parte de uma vida financeira sensível. Se você possui uma vida financeira ativa online, você deve se preocupar em se proteger dos keyloggers e dos spywares que podem roubar as suas senhas e outras informações sensíveis que você possa ter.
  • Tem alguém mais usando o meu computador? Nem todo mundo toma cuidado ao navegar na Internet, mesmo que você saiba como navegar com segurança online, a sua esposa, os seus filhos, o seu colega de quarto ou os seus convidados podem não saber. Se você já viveu essa situação, você precisa de um programa antimalware que proteja o seu computador contra o scareware, que tira vantagem do navegador e da confiança dos usuários para ganhar lucros.
  • Eu me importo com a proteção dos outros?  Se você é um bom samaritano virtual, você deve tomar cuidado para que o seu computador e a sua rede não sejam usados como cúmplices de um crime virtual. Os bots podem usar o seu computador para prejudicar as pessoas com as quais você se conecta e compartilha os seus arquivos.
  • Eu dou valor à minha privacidade e ao meu anonimato? Um dos tipos de malware mais irritantes e abusivos é conhecido como adware, um programa que força a exibição de janelas de anúncios frequentemente ao navegar na Internet. Geralmente, estes anúncios são exibidos de acordo com as suas pesquisas do Google, o que pode ser considerado uma grande invasão de privacidade. Se você prefere ter uma Internet mais privada e ininterrupta, baixe um antimalware que venha com uma proteção contra o adware.

Em resumo, há uma epidemia de malware. O MS-ISAC realizou uma pesquisa para identificar os tipos mais conhecidos de malware de Dezembro de 2017 a Janeiro de 2018. Eles descobriram que um trojan (cavalo de tróia) conhecido como Kovter foi o malware mais espalhado entre esses anos e que a sua distribuição sofreu um aumento de 8% em Janeiro de 2018.

Você deve se armar com o melhor para formar a sua linha de defesa online. Há algumas listas e avaliações disponíveis para lhe ajudar a descobrir qual o pacote antivírus mais completo e mais eficaz. Utilize essas listas e reflita sobre as perguntas acima para saber qual pacote antivírus você deve obter e qual o mais ideal para as suas necessidades.

O que eu devo fazer agora?

Não há nada de errado em se sentir um pouco confuso depois de conhecer todos os tipos diferentes de malwares e ameaças que existem. Há várias opções para se proteger delas.

Se você quer a melhor opção para se proteger contra um vasto mar de ameaças, talvez seja melhor obter um pacote de segurança completo. Esses pacotes geralmente vêm com algumas ferramentas adicionais, como firewalls, filtros de spam, e ajudam o usuário a identificar possíveis falhas de segurança no sistema.

Para finalizar, há dois pontos importantes que precisam ser ressaltados:

Primeiro, sempre deve haver um programa de proteção instalado em seu computador, e:

Segundo, é melhor optar em geral por um programa antimalware do que por um programa antivírus, já que você pode não estar recebendo um nível de proteção completo ao utilizar um programa que se denomina como um antivírus.

O que deve ser feito

Assim que você obter o programa ou pacote antimalware ideal, lembre-se de agendá-lo para que ele realize análises em seu computador regularmente ou, no mínimo, lembre-se de realizar análises manuais em seu sistema de vez em quando. Além disso, certifique-se de manter o antimalware atualizado usando as notificações do programa vindas diretamente da empresa que desenvolveu o software.

Se você seguir estes passos e tomar bastante cuidado, você estará protegido completamente em um mundo virtual inseguro.