Início Auto Audi e Volvo usarão Android como o sistema operacional em carros próximos

Audi e Volvo usarão Android como o sistema operacional em carros próximos

COMPARTILHAR

O Google deu um grande passo para transformar o Android em um sistema operacional completo para carros que não requerem o uso de um telefone. A empresa anunciou parcerias com a Audi e a Volvo hoje, antes da conferência de desenvolvedores de I/O desta semana, que verá esses fabricantes construirem novos sistemas de infotainment de marca usando o Android 7.0 Nougat.

As versões fabricadas pelo fabricante do sistema operacional do Google irão alimentar os principais displays touchscreen dos carros, assim como os painéis digitais atrás do volante. Eles irão adicionar novos serviços como o Google Assistant aos aplicativos e integrações já disponíveis no Android Auto. Mas o Android agora também controla funções básicas como aquecimento e resfriamento, posição do assento ou abertura e fechamento das janelas. A Volvo diz que planeja lançar seu Android em novos modelos dentro de dois anos, enquanto a Audi vai mostrar sua versão no novo Audi Q8 Sport.

Leia também:

Nissan imagina que caixas Faraday em carros vai parar o uso do telefone

Assumir todo o sistema de infotainment de um carro, ao invés de apenas correr em cima do criado pelo fabricante, sempre pareceu ser o fim dos esforços iniciais do Google com o Android Auto. O Google tem trabalhado nela até 2014, quando um relatório da Reuters indicou que a gigante do software estava tentando transformar o Android Auto em algo que pudesse controlar os sistemas de um carro e não exigiria um smartphone.

O Google oficialmente expôs essas ambições na conferência de I/O do ano passado quando mostrou um Maserati Ghibli com um touch screen de 4K e 15 polegadas no centro vertical que estava rodando uma versão do Android que podia controlar tudo, desde o rádio até o sistema HVAC. No passado mês de janeiro, a Google e a Fiat Chrysler anunciaram que estavam trabalhando na combinação do sistema de infotainment da UCA da FCA com o Android 7.0 Nougat – um precursor aparente das notícias de hoje.

Naquela época, o Google disse que esta versão automotiva do Android ainda seria de código aberto, e que não seria necessariamente bloquear o CarPlay da Apple (ou mesmo o aplicativo Android Auto). Isso ainda parece ser o caso. Patrick Brady, vice-presidente de engenharia para Android, disse à Bloomberg News que o CarPlay da Apple ainda seria capaz de rodar em cima deste novo sistema embutido Android. E um representante da Volvo disse ao site The Verge que “não há mudança na funcionalidade no que diz respeito ao CarPlay, nem há uma mudança nos muitos parceiros com os quais colaboramos”.

Fonte

Loading...