Início Apple O chip ‘Neural Engine’ da Apple pode ativar a realidade aumentada em...

O chip ‘Neural Engine’ da Apple pode ativar a realidade aumentada em iPhones

COMPARTILHAR

A Apple está focada em aumentar a velocidade de cada nova geração de processadores móveis, mas recentemente emparelhou seus chips quad core A10 Fusion com seus smartphones mais recentes, o iPhone 7 e 7 Plus.

Mas para manter seus dispositivos competitivos, a Apple está construindo um processador móvel secundário dedicado a alimentar a tecnologia AI (Realidade Aumentada).

Leia também:

Apple começa a cobrar taxas por testes da Apple Music em alguns países

Fontes disseram à Bloomberg que a empresa está desenvolvendo os chips para participar de duas áreas-chave da inteligência artificial: a realidade aumentada e carros autônomos. Os dispositivos do tecnólogo atualmente dividem as tarefas de AI entre dois chips – o processador principal e uma GPU -, mas este novo, supostamente conhecido internamente como o Mecanismo Neural da Apple, tem seu próprio módulo dedicado a pedidos de AI. A descarga dessas tarefas também deve melhorar a vida útil da bateria.

Infelizmente, não está claro se o chip vai ser lançado este ano. Isso coloca a Apple ainda mais atrás dos chips móveis da Snapdragon da Qualcomm, que já possuem um módulo de AI dedicado, e as Unidades de Processamento de Tensor da Google, disponíveis em sua Plataforma de Nuvem, para fazer levantamentos pesados ​​em AI.

A empresa anunciou que estava implantando suas próprias redes neurais profundas no WWDC do ano passado, mas esse tipo de aprendizado de máquina acontece em racks de servidores, não em processadores móveis. Ao contrário dos métodos de privacidade diferenciados da empresa que protegem os dados enviados aos servidores da Apple, o chip Neural Engine permite que os dispositivos percorrerem os dados por conta própria, o que seria mais rápido e fácil na bateria, assim como os processadores M7.

Fonte: Bloomberg

Loading...
COMPARTILHAR