Início Nasa Colonização de Marte: Os humanos terão que recorrer à clonagem humana ?

Colonização de Marte: Os humanos terão que recorrer à clonagem humana ?

COMPARTILHAR

Uma missão humana para Marte não é um sonho distante com várias nações e organizações privadas planejando seus próprios itinerários. No entanto, viver no Planeta Vermelho e colonizá-lo é imensamente diferente de apenas pisar em seu solo. O planeta – sua atmosfera e ambiente – não é apenas completamente hostil para habitação humana, mas viver lá também significaria um tremendo impacto psicológico e físico sobre os seres humanos.

Leia também:

Orçamento da Nasa focaliza missão em Marte, mas reduz outros fundos

NASA testa ferramentas de detecção de vida em Marte no Deserto de Atacama

Em um estudo publicado na revista Space Policy, o cientista polonês Konard Szocik, da Universidade de Tecnologia e Gestão da Informação de Rzeszow, levantou um argumento de que apenas treinar os astronautas na Estação Espacial Internacional (ISS) é inadequado para os seres humanos sobreviverem em Marte. Além disso, de acordo com o cientista, os corpos humanos precisam ser mudados drasticamente para suportar a vida no Planeta Vermelho.

De acordo com Szocik, o primeiro grupo de astronautas em Marte pode sofrer de um dano psicológico severo, mesmo depois de passar por um treinamento que os coloca através de um exame e condicionamento psicológico extremo – como o que a NASA está realizando atualmente. Atualmente, a promissora experiência da Agência Espacial Americana, HI-SEAS, tem uma pequena tripulação selada dentro de uma cúpula perto do vulcão Mauna Loa, no Havaí, para simular as condições do Planeta Vermelho.

Outros experimentos que foram propostos para preparar os seres humanos para a missão de Marte incluem colocar os astronautas em coma antes de sua viagem a Marte. Segundo os pesquisadores, esse passo ajudará a diminuir a falta de energia, proteger a desintegração muscular aos astronautas e salvar seu corpo da radiação espacial extrema.

A Marshalltown informou que os Institutos Nacionais de Saúde (NIH) sugeriu a remoção da vesícula biliar e apêndice dos astronautas na missão de Marte, para manter a sua segurança porque a cirurgia pode não só ser desagradável, mas também impossível no caso de rajadas.

Szocik argumentou que nenhuma preparação pode fazer os seres humanos prontos para sobreviver no Planeta Vermelho por um longo prazo. “Acho que a medicina pode ser insuficiente e que haverá algumas soluções permanentes como modificações genéticas e / ou cirúrgicas”, disse Szocik. O cientista também acrescentou que a humanidade deve usar a ideia de transhumanismo para sobreviver em ambientes muito diferentes da Terra.

Além disso, uma vez que a humanidade ainda não sabe como a reprodução humana será afetada pela gravidade reduzida e radiação, nem os humanos podem manter uma colônia humana em Marte sem endogamia, a menos que toneladas de pessoas sejam enviadas para Marte. Assim, Szocik sugeriu isso, pensando sobre uma oportunidade de clonagem humana.

Loading...
COMPARTILHAR