DNA é capaz de monitorar o ambiente do seu corpo e julgar quando você precisa tomar medicamentos

Imagine uma pílula que pode saber se você está doente o suficiente para ter que tomar medicamentos, e não iria liberar-lo para tomar esses remédios, se ele achasse que você não precisa. Esse é o avanço que foi feito na Universidade de Eindhoven, na Holanda, por uma equipe de pesquisadores. A equipe tem aproveitado o poder do próprio DNA para formar um computador orgânico que realiza cálculos sobre o estado de sua saúde.

Leia também:

Inteligência Artificial pode ajudar a prever autismo através de exames cerebrais de bebês

Quando você ficar doente ou sofrer de uma condição crônica, os médicos normalmente prescrevem medicamentos para ajudá-lo a ficar melhor, mas isso é baseado em um conjunto de orientações genéricas. A ideia é que uma pílula inteligente seja capaz de oferecer doses específicas, adaptadas às suas necessidades, reduzindo o risco de efeitos colaterais e resíduos.

O cálculo vem na forma do DNA, que procura moléculas com as quais ela pode reagir como uma forma de coleta de dados. tomando simplesmente, a pílula viajará dentro de seu corpo e farejará o ambiente local para decidir se você precisa tomar algum medicamento. Naturalmente, com tantas inovações na ciência, ainda é cedo para esta forma de tratamento, mas a ideia tem um bom potencial.

Artigo anteriorInteligência Artificial pode ajudar a prever autismo através de exames cerebrais de bebês
Próximo artigoHTC One X10 aparece em imagens vazadas revelando seu visual
Benvindo Zacarias
Fundador do Coluna Tech, Formado em ciência da computação aprecia tecnologia e inovação.”Gosto muito de tecnologia e tudo o que ela traz de melhorias em nossas vidas.”