Início Noticias Cabo submarino de fibra óptica Brasil-EUA sofre atrasos

Cabo submarino de fibra óptica Brasil-EUA sofre atrasos

COMPARTILHAR

A ligação de fibra óptica submarina entre o Brasil e os Estados Unidos não estará completa até o segundo trimestre de 2017.

O cabo de Monet é patrocinado por um consórcio composto por Google, Angola Cabos, a empresa brasileira Algar Telecom e a Antel, com sede no Uruguai, e teve sua conclusão prevista para o final de 2016, mas Tiago Setti, executivo da Algar Telecom disse à imprensa em um evento de telecomunicações na última semana que o prazo original não será cumprido.

De acordo com o site brasileiro Convergência Digital, Setti disse que os participantes do consórcio estão trabalhando atualmente na conexão entre sua base e a base de Fortaleza. No entanto, as razões específicas do atraso não foram divulgadas.

Monet foi anunciado em 2014. Abrangendo 10.556 km, o cabo ligará as cidades brasileiras de Santos e Fortaleza com Boca Ratón, na Flórida.

Terá seis pares de fibras, com capacidade total de 64 Tbps, com uma vida útil total de aproximadamente 25 anos. O TE SubCom foi premiado com o contrato de construção do projeto.

O investimento total para o projeto na época foi estimado em cerca de US $ 60 milhões.

Fonte: ZDNet

Loading...
COMPARTILHAR