Início Gadgets GoPro corta 15% dos empregos para se reestruturar

GoPro corta 15% dos empregos para se reestruturar

COMPARTILHAR

GoPro está reestruturando e cortando cerca de 15 por cento dos empregos em um esforço para melhorar o seu negócio, que está em dificuldades. Os últimos cortes de empregos, cerca de 200 posições, seguem um corte de 7% da força de trabalho da GoPro em janeiro, e incluem o fechamento da divisão de entretenimento da GoPro. O presidente da GoPro, Tony Bates, que anteriormente era CEO da Skype e executivo da Microsoft, também sairá da empresa no final do ano como resultado da reestruturação.

Enquanto a GoPro está divulgando suas vendas de câmeras da black friday, a empresa tem lutado para manter e aumentar as vendas sem novos produtos para impulsionar os gastos dos consumidores. GoPro levou dois anos para introduzir o Hero 5, uma versão melhorada da câmera Hero 4, e as unidades só começaram a ser vendidas no mês passado. GoPro também introduziu seu drone Karma em setembro, e foi forçado a fazer um recall depois de algumas unidades “perderem energia durante a operação” e cairem do céu.

GoPro viu seu preço das ações despencarem este ano, e estes últimos cortes de empregos não ajudarão a melhorar a confiança dos investidores. “Temos muito trabalho a fazer para concluir o trimestre e nosso ano fiscal”, disse o CEO da GoPro, Nicholas Woodman. “No entanto, as câmeras HERO5 foram muito bem recebidas pelos críticos e pelos consumidores.

Loading...
COMPARTILHAR