Início Noticias Smart Switches D-Link proporcionam escalabilidade e conectividade 10G para as empresas

Smart Switches D-Link proporcionam escalabilidade e conectividade 10G para as empresas

A série de Switches Gigabit Stackable Smart Managed com 10G de uplinks eliminam o gargalo e otimizam redes de negócios para suportar redes BYOD

COMPARTILHAR

São Paulo, junho de 2017 – A D-Link oferece flexibilidade, escalabilidade, recursos e desempenho incomparáveis para empresas de todos os tamanhos com a disponibilidade da série de Swithes Gigabit Stackable Smart Managed com 10G de uplink (modelos DGS-1510).

Historicamente, pequenas e médias empresas que atualizam seus ambientes de rede para incorporar conectividade 10G tiveram que dar um salto considerável em termos de investimento. Isso significava, muitas vezes, mudar para uma solução de switch totalmente gerenciável. Estes Gigabit Stackable Smart Managed Switches com 10G de uplink são a próxima geração de smart switches da D-Link e resolvem este problema com desempenho e recursos que equiparam a um switch gerenciável, mas com o preço, flexibilidade e facilidade de uso de um smart switch.

Leia também:

Por que a conexão Wi-Fi cai ?

A série traz versões com 16, 24 e 48 10/100/1000Mbps portas, incluindo duas portas Gigabit SFP e duas portas SFP+ 10G, além de uma opção Power over Ethernet (PoE) de 24 portas. Isso fornece às empresas um meio simples e econômico de gerenciar redes de todos os tamanhos.

A inclusão de portas SFP+ 10G torna esta série ideal para implantações na rede principal de pequenas empresas com alta demanda de largura de banda para replicação de dados e backup, aplicações de vídeo sob demanda e virtualização de servidores. Um núcleo de rede 10G também proporciona escalabilidade – importante quando mais e mais computadores e servidores são usados no ambiente de trabalho. Para a implantação de empresas de médio a grande portes, ele pode servir como um agregador perfeito para a borda da rede.

“A série de switches Gigabit Stackable Smart Managed com 10G de uplink da D-Link preenche o vazio entre o tradicional smart switch e o switch mais caro totalmente gerenciável, que oferece recursos além do que as pequenas e médias empresas precisam.” disse Rodrigo Paiva, gerente de produtos da D-Link Brasil.

“Estas soluções ampliam nosso portfólio para oferecer ao mercado um rico conjunto de recursos com conectividade 10G. O resultado é um caminho de atualização das redes mais gradual, permitindo que  corporações, institutos educacionais ou empresas de segurança possam investir melhor em suas redes, sem ter que se preocupar com o impacto futuro nos orçamentos de TI”, completa.

A série traz ainda uma gama de recursos anteriormente disponíveis apenas em switches gerenciáveis high-end. Estes incluem extensas características de camada 2 e gerenciamento de tráfego de camada 3, qualidade de serviço (QoS) e controle de largura de banda, bem como várias opções de economia de energia.

Uma solução de gerenciamento abrangente facilita gerenciar toda a rede por meio de uma interface Web ou pelo software D-Link Network Assistant usando recursos como a descoberta automática de switches e operações simultâneas de equipamentos, entre outros.

Isto é reforçado pela forte segurança, incluindo a inovadora IP-MAC-Port binding, Safeguard Engine, ACL e ARP Spoofing Prevention para proteger a rede contra ataques maliciosos e acessos ilegais.

Além disso, há uma versão de 24 portas que suporta PoE, fornecendo até 30W de saída de energia seguindo o padrão IEEE 802.3at. Para empresas que buscam energizar telefones VoIP, pontos de acesso sem fio ou câmeras de rede por cabo Ethernet, esse design permite mais flexibilidade na alocação de energia com custos de instalação acessível. A opção adicional de PoE e funcionalidade de agendamento de portas permite que as portas ou a rede sejam desligadas quando não estiverem em uso, reduzindo ainda mais os custos, aumentando a segurança da rede.

Ainda, esta gama suporta o empilhamento físico por meio da conectividade 10G para criar uma solução de rede tolerante a falhas, bem como o gerenciamento centralizado de switches através do empilhamento virtual via SIM (Single IP Management) da D-Link, permitindo que até 32 dispositivos sejam gerenciados por um único IP. Isso simplifica o gerenciamento de pequenos grupos de trabalho ou armários de cabeamento, ao mesmo tempo em que permite que a rede seja dimensionada para lidar com a demanda de largura de banda aumentada.

Loading...
COMPARTILHAR