Início SpaceX SpaceX ganha seu segundo contrato de lançamento da Força Aérea, superando a...

SpaceX ganha seu segundo contrato de lançamento da Força Aérea, superando a United Launch Alliance

COMPARTILHAR

A SpaceX bateu o United Launch Alliance, e ganhou seu segundo contrato de lançamento da Força Aérea dos EUA. O contrato, avaliado em US $ 96,5 milhões, implica o lançamento do terceiro satélite da Força Aérea GPS III em algum momento em 2019.

Leia também:

SpaceX lança foguete com sucesso na famosa plataforma de lançamento da NASA

SpaceX planeja lançar um foguete a cada duas semanas

É a segunda vez que a SpaceX ganhou um contrato de lançamento das forças armadas, mas é a primeira vez que a empresa concorreu com a ULA. A SpaceX recebeu certificação para lançar satélites militares em 2015 e, em seguida, ganhou seu primeiro contrato de lançamento da Força Aérea em abril de 2016: um contrato avaliado em US $ 87,2 milhões para lançar o segundo satélite militar GPS-III. No entanto, a SpaceX ganhou essencialmente o contrato por desistência, uma vez que a ULA – o único outro fornecedor de lançamento certificado para lançar os satélites da Força Aérea – recusou concorrer.

De fato, a ULA, uma joint venture entre a Boeing e a Lockheed Martin, foi a única lançadora de satélites militares na última década. Mas quando chegou a hora de competir com a SpaceX por um contrato de lançamento da Força Aérea, a ULA afirmou que não teria seu foguete principal, o Atlas V, disponível para a missão devido a restrições do Congresso. Além disso, um ex-executivo do ULA afirmou que a empresa não queria entrar em um “tiroteio de custo” com a SpaceX. No entanto, a ULA disse que iria competir pelo terceiro satélite GPS III.

E pode haver ainda mais competições da SpaceX e ULA chegando. O contrato que a SpaceX ganhou hoje foi o segundo de nove contratos de lançamento que a Força Aérea planeja oferecer até 2017. E é difícil ignorar as diferenças de custo entre as duas empresas. A SpaceX afirma que um lançamento de seu foguete Falcon 9 começa em US $ 62 milhões, enquanto o preço base da versão mais simples de um Atlas V começa em US $ 109 milhões, segundo o CEO da ULA, Tory Bruno. E há apenas um ano, o Atlas V estava começando em US $ 184 milhões. No entanto, a ULA argumentou que a Força Aérea deveria ter em conta a confiabilidade e não apenas o custo ao tomar decisões sobre quais veículos lançarão satélites militares.

Via: The Verge

Loading...
COMPARTILHAR