Sudeste do Brasil, região berço de talentos no E-sports

Algumas regiões parecem ter uma fórmula mágica para formar um bom atleta no e-Sports. Com o esporte eletrônico em ascensão, de onde vem os grandes atletas? Com um número cada vez maior de adeptos e curiosos, essa crescente ocorre em vários Estados do Brasil.

Segundo levantamento da Betway, site líder de esports bets, a região Sudeste se destaca quando o assunto é formação e descoberta de talentos no e-Sports.

A maior parte dos destaques tem origem no Sudeste, sendo a região mais industrializada e urbanizada do Brasil também se destaca por essa característica de “fábrica” de atletas virtuais.

A região Sudeste do Brasil, durante o período de mineração (século XVIII) atraiu milhares de imigrantes em busca de enriquecimento rápido.

Conhecida pela sua força econômica, a região Sudeste é rica em desenvolvimento, o que pode ser um fator determinante no preparo dos atletas dessa região, visto que o esporte eletrônico demanda investimento financeiro e tecnológico para se tornar competitivo.

Esse fato pode ter impactado os dias atuais em relação ao surgimento de personalidades nesse segmento esportivo.

Mas será que a região Sudeste é realmente o “berço” dessas feras no game?

Ainda pouco explorado, os esportes eletrônicos contam com a maior parte dos atletas nascidos na região sudeste.

Certamente o aumento de pessoas em busca de oportunidades pode ser o fator impulsionador para o surgimento dessas personalidades, o que consequentemente criou um berço de destaques no meio esportivo eletrônico.

Em um comparativo sobre a formação desses atletas que são destaque no e-Sports a região Sudeste é a que mais formou talentos em relação às demais regiões.

Conheça os principais Estados de sucesso em relação a formação de talentos no e-Sports.

Entre os Estados que se destacaram na pesquisa da Betway estão, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Amazonas.

Segundo a análise, foram alvo dessa pesquisa 140 jogadores Profissionais que compõem as principais ligas.

No ranking sobre a formação de talentos, a região Norte do Amazonas apresenta uma formação em 76% , em segundo lugar vem São Paulo com 64% na região Sudeste do estado.

Seguindo, temos empatado os Estados do Paraná com destaque na região Sul e Distrito Federal na região Centro Oeste, ambos com 44% de representatividade nas devidas regiões mencionadas.

Norte e Nordeste com 42% e maior representação no Free Fire e por último Bahia com 27%. e a maior parte de formação dos seus talentos na região Nordeste.

Quem ocupa o pódio nesse banco de talentos é o Estado de São Paulo com 53 jogadores, logo abaixo está o Rio de Janeiro com 16 jogadores e Minas Gerais com 14 talentos.

Segundo especialistas, quem faz o atleta no esporte eletrônico, é a sua determinação treino e disciplina, pois o sucesso está intimamente ligado à dedicação e ao talento nato de cada competidor.

O ideal é fazer uma aposta em jovens talentos, pois habituados a tecnologia desde cedo o competidor pode desenvolver suas habilidades de forma natural e contínua.

No esporte eletrônico nacional muito se fala em oportunidades no contexto esportivo e social, para a milhares de brasileiros praticantes dessa modalidade esportiva existe um universo de possibilidades com cachês altíssimos, pois com devidos investimentos nos futuros talentos o número de bons atletas seria bem mais elevado com relação aos descobertos na atualidade.

Modalidades de games pesquisadas

Raibon Six, Free Fire, League of Legends e Counter Strike:Global Offensive.
R6- Rainbow Six: Siege
Nessa modalidade a maior concentração de competidores se encontra na região de São Paulo, em torno de 42% neste Estado.

Free fire

Com mais popularidade por se tratar de uma modalidade gratuita está o Free Fire. Modalidade de fácil acesso aos competidores, Free Fire possui um número significativo de adeptos e sua maior parte localizado 42% na região Sudeste.

League of Legends

Para essa modalidade foram coletados dados de 30 jogadores profissionais, o League of Legends possui uma maior concentração de talentos em São Paulo e possui pelo menos um atleta em cada região do país.

Counter Strike: Global Offensive (CS GO)

Ao todo foram pesquisados 20 profissionais dessa categoria esportiva, entre eles estão nomes como Biazinha, Boltz, Yel e Apok e a predominância de talentos no e-sports categoria Counter Strike está na região Sudeste.

Análise conclusiva

Após os apontamentos abordados podemos concluir que a potencial formação dos atletas está intimamente ligada à infraestrutura e aos incentivos à prática esportiva.

Em resumo, as análises e dados apresentados mostram que 58% da representatividade desses atletas virtuais está na região Sudeste. Portanto, sim, o Sudeste é uma potencial fábrica de talentos no e-Sports brasileiro.

Artigo anteriorA Riot Games pode trazer League of Legends como conteúdo de filme
Próximo artigoApostas em tênis em 2022 na Bet365
Joice Zacarias
Editora no Coluna Tech é formado em Edificações, Interessada em tecnologia, Principalmente em games e gadgets.