Com pesquisas focadas na segurança do condutor e dos pedestres, muitos veículos já apresentam recursos tecnológicos que deixam o trânsito melhor.

A tecnologia pode deixar mais prática e segura diferentes áreas da nossa rotina, incluindo o trânsito.

Não é por acaso que, cada vez mais, os fabricantes de automóveis pesquisam ferramentas tecnológicas para tornar a vida do condutor mais simples.

Ao aplicar a tecnologia nos veículos, o condutor “divide” a responsabilidade da direção com sistemas inteligentes, capazes de prever as mais diversas situações e evitar acidentes.

Veja como a tecnologia tem sido aplicada ao trânsito, com 5 novidades que prometem trazer mais segurança para condutores e pedestres.

1. Uma solução para o ponto cego

Em estradas duplicadas, como a BR-101, é muito comum que situações de ponto cego aconteçam.

O ponto cego é uma área específica que escapa da visibilidade do condutor. Isso ocorre porque os espelhos não são capazes de refletir algumas partes ao redor do veículo.

Anualmente, centenas de acidentes acontecem por conta do ponto cego. Ao não enxergar um veículo se aproximando, outro automóvel pode sair de sua posição e acabar causando uma colisão.

Para solucionar esse problema, muitos carros já contam com sensores nas laterais. Esses sensores são responsáveis por detectar a aproximação e a presença de veículos, para que o condutor aguarde antes de se movimentar.

2. Freios ativados automaticamente

Em alguns ambientes, o trânsito pode ser um tanto quanto imprevisível. Pensando nisso, uma tecnologia aplicada em novos veículos é a presença de sensores que monitoram a parte frontal.

A ideia é permitir que o sensor avise quando um caminhão ou ônibus diminui a velocidade de forma abrupta, ou mesmo se há um elemento passando pela frente do carro.

Assim, o motorista vai receber avisos visuais e sonoros em casos de interferências na pista, para tomar uma atitude. Se nada for feito e houver o risco de acidente, o veículo ativa os freios automaticamente.

Esse recurso é especialmente útil em ambientes urbanos, em que pedestres e ciclistas podem entrar na pista a qualquer momento.

Apesar da tecnologia aplicada, vale estar especialmente atento às pessoas que andam de bicicleta, com cuidados ao ultrapassar um ciclista ou ao andar lado a lado.

3. Piloto automático

A tecnologia de piloto automático não é uma novidade, mas ela tem ficado cada vez mais inteligente com o passar dos anos.

O recurso de piloto automático tem como objetivo manter o veículo rodando em uma velocidade programada, com determinada distância em relação ao carro que vai na frente. É o tipo de tecnologia ideal para viagens mais longas, em rodovias.

Hoje, o piloto automático já consegue identificar situações de trânsito urbano (em que os carros param e andam), assim como diminuem a velocidade caso o veículo da frente reduza.

4. Contra o cansaço

Dirigir por longos períodos pode provocar cansaço, colocando a vida do condutor e de outras pessoas em risco.

Apesar de existirem orientações para motoristas cansados, com dicas práticas para reverter a situação, a tecnologia no trânsito também promete trazer mais segurança diante desse cenário.

Alguns veículos possuem sensores internos e um computador de bordo que consegue analisar como o condutor está dirigindo após alguns quilômetros do motor ser acionado.

Assim, se o sensor entender que o condutor está apresentando sinais de cansaço ou desatenção na direção, emite um alarme para sugerir uma parada de descanso.

5. Visão noturna

Não há como negar: dirigir a noite tem um risco à mais, já que a visibilidade fica prejudicada. No escuro, identificar movimentos fica mais difícil, seja a passagem de um pedestre ou de um animal silvestre.

Uma das novidades que prometem trazer mais segurança no trânsito é o sensor de visão noturna, que por meio de uma câmera infravermelho com detector de calor, consegue avisar a presença de algum elemento na pista.

Ao detectar o calor de uma pessoa ou animal, o veículo recebe um alerta no computador de bordo, que ajuda a evitar acidentes.

Mais segurança no trânsito

Inserir a tecnologia no trânsito é uma ótima maneira de trazer mais segurança e praticidade para o dia a dia do condutor.

É claro que essa tecnologia ainda não está disponível em todos os veículos e algumas delas ainda estão em fase de testes. Porém, a realização de pesquisas do tipo permite esperar por um futuro mais seguro.

Assim, com boas ideias e tecnologia aplicada, a tendência é que a segurança ocupe cada vez mais espaço no trânsito. Uma boa notícia para todos: do condutor ao pedestre.

 

Artigo anteriorKevin Feige explica estado de Viúva Negra entre as guerras
Próximo artigoXbox: novos acessórios do Simulator da Microsoft