Início Ciência Telescópio Event Horizon em breve terá a primeira fotografia do buraco negro

Telescópio Event Horizon em breve terá a primeira fotografia do buraco negro

COMPARTILHAR

O telescópio Event Horizon (EHT) está finalmente pronto para tirar uma foto de Sagitário A *. De 5 a 14 de abril deste ano, o telescópio virtual que está sendo construído nas últimas duas décadas vai penetrar no buraco negro supermassivo no centro de nossa galáxia. EHT é realmente uma matriz de radiotelescópios localizados em diferentes países ao redor do globo.

Usando uma técnica chamada interferometria de linha muito longa, a equipe EHT transforma todos os observatórios participantes em um telescópio gigantesco que engloba todo o planeta. Precisamos de um telescópio tão grande e poderoso, porque Sagitário A * é apenas um minúsculo pino no céu para nós. Enquanto os cientistas acreditam que ele tem uma massa de cerca de quatro milhões de sóis, também mede apenas cerca de 20 milhões de km ou mais em toda e está localizado a 26.000 anos-luz de distância do nosso planeta. A equipe do EHT diz que é como olhar para uma toranja ou um DVD na lua da Terra.

Para preparar os observatórios participantes, a equipe equipou-os com relógios atômicos para os carimbos de tempo mais precisos e módulos de disco rígido com enormes capacidades de armazenamento. Desde que os cientistas esperam coletar uma quantidade colossal dos dados, desdobraram módulos suficientes para combinar a capacidade de 10.000 portáteis. Esses discos rígidos serão levados para o MIT Haystack Observatory, onde os algoritmos de imagem farão sentido dos dados do EHT, uma vez que o período de observação é feito.

Os pesquisadores disseram que poderia levar até o início de 2018 antes de ver a primeira foto da humanidade de um buraco negro. Quanto ao que eles estão esperando para ver, será algo como o que sua simulação produziu no ano passado:

Baseado na teoria de Einstein da relatividade geral, é suposto ver um crescente de luz em torno de uma bolha preta. Essa luz é emitida pelo gás e pela poeira antes que o buraco negro os devore, enquanto a gota escura é a sombra lançada sobre aquele caos. Mas e se vemos algo completamente diferente? O líder da equipe, Sheperd Doeleman, do Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics, disse à BBC:

“Como eu disse antes, nunca foi uma boa ideia duvidar de Einstein, mas se víssemos algo muito diferente do que esperamos, teríamos que reavaliar a teoria da gravidade”.

[Crédito de imagem: NASA/UMass/D.Wang et al., IR: NASA/STScI / Feryel Ozel(event horizon simulation)]

Fonte: BBC

 

Loading...
COMPARTILHAR