Início Noticias Twitter publica cartas de segurança nacional do FBI após ordem

Twitter publica cartas de segurança nacional do FBI após ordem

COMPARTILHAR

O Twitter publicou um par de cartas de segurança nacional do FBI que foram atendidas com ordens. A empresa anunciou em um post que a ordem foi submetida.

Em sua declaração, o conselheiro geral associado do Twitter para a aplicação da lei mundial Elizabeth Banker esboçou que a empresa tinha sido proibido de notificar as contas afetadas ou o público em geral sobre a existência das ordens.

As cartas foram enviadas em setembro de 2015 e junho de 2016, e direcionado ao Twitter para fornecer ao FBI o “nome, endereço, duração do serviço e registros de transações de comunicações eletrônicas para todos os serviços, bem como todas as contas”, pertencentes a duas contas. Ambas as letras instruem a empresa a não mudar o conteúdo dessas contas.

As cartas também especificaram que o Twitter não podia “desativar, suspender, bloquear, cancelar ou interromper serviço” para qualquer conta, sobre os receios de que os usuários tomariam consciência de que estavam sob investigação.

No ano passado, o Yahoo e o Google revelaram que haviam sido submetidos a cartas similares, que solicitaram informações de várias contas redigidas.

Em sua declaração, o Twitter observou que “permanece insatisfeito com restrições ao nosso direito de falar mais livremente sobre os pedidos de segurança nacional que podemos receber”, e que a empresa estava trabalhando em processos judiciais para falar mais livremente. A próxima audiência em seu caso será no dia 14 de fevereiro de 2017.

Loading...
COMPARTILHAR