Início Noticias Verizon pode desistir de acordo para comprar o Yahoo após ataques hackers

Verizon pode desistir de acordo para comprar o Yahoo após ataques hackers

COMPARTILHAR
CEO da Yahoo: Marissa Mayer

Em julho deste ano a Verizon concordou em adquirir o Yahoo por US $ 4,8 bilhões. Mas nos meses que se seguiram, a Yahoo se apresentou para divulgar não uma, mas duas grandes violações de dados. Em setembro, o Yahoo confirmou que 500 milhões de contas estavam comprometidas, vazando nomes, e-mails, números de telefones e senhas de usuários. Ontem, a empresa reconheceu um hack separado que afetou mais de um bilhão de usuários, expondo muito do mesmo tipo de informação.

Agora a Bloomberg está relatando que a Verizon formou uma equipe legal para explorar uma redução no preço de compra ou desistir do negócio completamente. Esta equipe está sendo mantida separada do grupo liderado pelo CEO da AOL Tim Armstrong, que tem avançado em planos para integrar os dois gigantes da web sob o guarda-chuva da Verizon.

DE MAL PARA PIOR

Verizon não revelou muito sobre como seu sentimento sobre a aquisição pode ter mudado. “Como já dissemos, avaliaremos a situação enquanto o Yahoo continua sua investigação”, disse a Verizon em um comunicado. “Vamos rever o impacto deste novo desenvolvimento antes de chegar a quaisquer conclusões finais.”

Um dos principais aspectos da compra no futuro, de acordo com o relatório da Bloomberg, será encontrar uma maneira de quarentena de responsabilidade legal para os hacks, garantindo que apenas o Yahoo, e não a Verizon, seja vulnerável a futuras ações judiciais. De acordo com a CNBC, o FBI está agora investigando o hack do Yahoo, o que faz sentido.

Loading...
COMPARTILHAR