Stranger Things 4ª temporada aborda pistas sobre a sexualidade de Will

Will Byers
STRANGER THINGS. Noah Schnapp as Will Byers in STRANGER THINGS. Cr. Atsushi Nishijima/Netflix © 2022

Depois que Will Byers (Noah Schnapp) foi capturado e trazido para o Mundo Invertido na primeira temporada de Stranger Things, as temporadas seguintes o viram lutar para se reconectar com seus amigos em Hawkins, Indiana, com algumas audiências pensando que isso também representa um sentimento de ostracismo porque ele pode ser gay, ou possivelmente assexual. 

Veja também:

O lançamento da 4ª temporada – Volume 1 da série na Netflix trouxe mais pistas sobre a sexualidade de Will, que não confirmam essas teorias, embora o produtor executivo e diretor Shawn Levy tenha confirmado recentemente que a série não é conhecida por abandonar arbitrariamente tais pistas, mas também não confirmou totalmente essas teorias.

Na 3ª temporada, uma das pistas que acenderam as teorias sobre a sexualidade de Will foi uma cena em que Mike (Finn Wolfhard) proclamou que Will “não gostava de garotas“. Tomado literalmente, isso pareceria uma confirmação óbvia, mas no contexto da cena, poderia ter sido interpretado como significando que ele simplesmente não havia começado a se interessar por ninguém de nenhum gênero.

Não é específico para orientação sexual ou qualquer coisa. “Desde então, muitas dessas perguntas surgiram“, Levy compartilhou com a Entertainment Weekly sobre o episódio.

A natureza da 4ª temporada significa que Onze (Millie Bobby Brown) e Will se mudaram para o outro lado do país, colocando uma pressão em seus relacionamentos com Mike. Dado que Onze e Mike estão namorando, Mike manteve contato mais próximo com sua parceira, permitindo que sua amizade com Will se dissipasse. Quando Will expressa sua decepção, a conversa parece mais como se Will pudesse estar experimentando um amor não correspondido que é mais do que amigável. 

Uma pista mais sutil, mas potencialmente mais óbvia, é que Will está fazendo um projeto escolar sobre Alan Turing, um decifrador de códigos da Segunda Guerra Mundial que foi acusado de “indecência grosseira” por ter um relacionamento com um homem. Embora haja muito o que admirar em Turing, alguns públicos não puderam deixar de pensar que Will tinha ainda mais motivos para se concentrar na figura.

Sem entrar em onde vamos mais tarde na 4ª temporada parte 2, acho que vou apenas dizer que não há muitos acidentes em Stranger Things”, brincou Levy. “Há uma clara intenção, estratégia e pensamento real dado a cada personagem. Então, se você saiu da parte 1 sentindo aqueles fragmentos de enredo e personagem, provavelmente não foi por acaso.”

O próprio Schnapp abordou essas teorias em 2020.

Não há nada definido. Depende do público, e acho que os criadores Matt e Ross Duffer fizeram isso de propósito“, compartilhou Schnapp com o The Hollywood Reporter. “Algumas pessoas percebem que Will poderia ser gay, assexual ou qualquer outra coisa. Quando ele voltou, todos estavam crescidos, e ele ainda era uma criança que queria fazer coisas de criança como jogar D&D. Ele não estava pronto para enfrentar essa maturidade e entrar em relacionamentos. Então, eu acho que é isso que Will está passando agora.

Stranger Things Temporada 4 – Parte 1 já está disponível na Netflix. A parte 2 estreia em 1º de julho.

O que você achou das declarações do cineasta? 

Via: Comicbook

Artigo anteriorPixel Tablet pode incluir suporte para variadas canetas
Próximo artigoDeLorean revela primeiras imagens do novo Elétrico Alpha5
Joice Zacarias
Editora no Coluna Tech é formado em Edificações, Interessada em tecnologia, Principalmente em games e gadgets.