Início Netflix Disney vai retirar todos os seus serviços da Netflix até o final...

Disney vai retirar todos os seus serviços da Netflix até o final de 2019

COMPARTILHAR

A Netflix confirmou que todos os filmes da Disney – incluindo os filmes da Marvel, da Lucasfilm e da Pixar – já não estarão disponíveis na plataforma a partir de 2019.

O chefe da Disney Bob Iger fez o anúncio durante uma convocação de investidores. Um representante da Netflix confirmou a notícia para o Polygon, acrescentando que o serviço de transmissão continuará a trabalhar com a empresa Walt Disney em outras áreas, incluindo a continuação das séries de TV da Marvel (Os Defensores, Luke Cage, Punho de Ferro, Jessica Jones e Demolidor).

“Os membros da Netflix terão acesso aos filmes da Disney no serviço até o final de 2019”, disse um representante.

A decisão da Disney de encerrar seu acordo com a Netflix vem apenas cinco anos depois que as empresas assinaram um acordo de milhões de dólares. Em 2016, depois que o contrato de exclusividade da Disney com a rede de TV a cabo Starz acabou, Netflix começou a transportar filmes da Disney para os seus usuários americanos. O primeiro filme que a Netflix disponibilizou aos assinantes foi Capitão América: Guerra Civil e, desde então, adicionou filmes como Inside Out, Rogue One: Uma história Star Wars e Doutor Estranho.

A decisão de parar de trabalhar com a Netflix pode parecer apressada e desnecessária, mas isso é algo que Iger vem construindo na Disney. Nas recentes divulgações de ganhos, Iger falou sobre como a empresa está explorando opções de transmissão “mais agressivas” para as propriedades da Disney. Isso também inclui conteúdo da ESPN, como esportes ao vivo, que estará disponível no novo serviço de transmissão.

Em fevereiro, Iger foi questionado se a Disney jamais cortaria laços com a Netflix, e enquanto o CEO não deu uma resposta direta, ele havia deixado essa questão como uma incógnita.

“Temos que ter cuidado porque temos acordos e relacionamentos existentes e muito valor ainda sendo colhido das relações tradicionais de distribuição”, disse Iger. “Mas posso dizer-lhe que é nossa intenção total de sair agressivamente com ofertas digitais diretas ao consumidor para a ESPN e outras propriedades da marca da Disney”.

Loading...