Início Destaques Donald Trump diz que Facebook e Twitter “ajudaram ele a vencer”

Donald Trump diz que Facebook e Twitter “ajudaram ele a vencer”

COMPARTILHAR

Mark Zuckerberg passou os dias desde que Donald Trump foi votado como o 45º presidente dos Estados Unidos, minimizando o papel do Facebook nas eleições, mas essa posição pode ser mais difícil de manter agora, já que o próprio Donald Trump identificou o Facebook como um elemento-chave para ajudá-lo a obter a vitória. “O fato de que eu tenho tal poder em termos de números com Facebook, Twitter, Instagram, etc”, disse Trump ontem para CBS. “Acho que me ajudou a vencer todas essas corridas onde eles gastam muito mais dinheiro do que eu gastei”.

O presidente eleito especificou que as redes sociais o ajudaram a ganhar sem que ele precisasse gastar tanto quanto a campanha de Clinton em outras propagandas, digitais e tradicionais. “Eu acho que a mídia social tem mais poder do que o dinheiro que gastei”.

“A mídia social tem mais poder do que o dinheiro que eles gastaram.”

Privilégios de mídia social foram supostamente retirados do presidente eleito imediatamente antes da eleição – antes de serem restaurados pouco tempo depois – mas o tweet regular de Donald Trump parece muito consciente de seus números seguidores em redes como o Twitter e o Facebook. Ele especificou que ele tem mais de 28 milhões de seguidores em várias plataformas de mídia social, e disse que ele estava ganhando mais a cada dia. “Acho que ganhei ontem mais 100 mil seguidores”, informou ao Stahl,

Twitter, Facebook e similares são “ótimas formas de comunicação”, disse Donald Trump. “Eu não estou dizendo que eu os amo, mas ajudou. Quando você me dá uma história ruim ou quando você me dá uma história imprecisa “, ele cutucou, apontando para a CBS e outras redes de TV, mídia social lhe dá” um método de lutar. ”

TRUMP DISSE, QUE SERÁ MAIS RESTRINGIDO COMO PRESIDENTE

Mas apesar deste poder, Trump diz que vai deixar para trás seu uso nas redes como Twitter e Facebook, quando ele se tornar presidente. Essa afirmação pode ser difícil de acreditar, porém, especialmente quando ele já usou o Twitter para destruir os chamados agitadores “profissionais” por instigar protestos contra sua próxima presidência e atacou mídias, como o New York Times.

Fonte: TheVerge

Loading...