Na segunda-feira (23), o Instagram anunciou o fim da funçãoarrasta pra cima’, disponível para contas verificadas e com mais de 10 mil seguidores. A notícia deixou muitos usuários confusos, porém não se trata do fim, mas sim de uma mudança na forma de anexar links. A partir do dia 30 de agosto, esse processo será feito através de figurinhas, ao clicar no adesivo, o internauta será redirecionado para a página indexada na imagem.

Essa função já estava em fase de testes pela plataforma há alguns meses e sua principal diferença do modelo anterior, é que agora é possível adicionar essa figurinha em qualquer lugar da tela, adicionando também uma identidade visual.

Principais mudanças da plataforma

Em uma nota divulgada para explicar aos usuários como vai funcionar a nova função, o Instagram explicou: “A ‘figurinha de link’ funciona assim como as outras, ou seja, oferecendo mais opções criativas às pessoas, incluindo a possibilidade de alternar par estilos diferentes, ser redimensionado e colocado em qualquer lugar dos stories”.

Outra mudança interessante que tem por objetivo incentivar a interatividade entre seguidores e os perfis, é a possibilidade de reagir às figurinhas e dar respostas rápidas. Antes essa funcionalidade de responder um stories com um ‘link de deslizar para cima’, não existia.

Uma informação que percorreu as redes sociais, mas já foi desmentida pela plataforma, é a de que essa figurinha estaria disponível para todos os perfis do Instagram. Apesar do burburinho, o boato não procede e essa função ainda é restrita às contas verificadas ou com mais de 10 mil seguidores.

“Estamos avaliando se o acesso ao link será expandido para mais contas no futuro, levando em conta aspectos como integridade e segurança e como isso poderia impactar na disseminação de desinformação e spam. Essa transição entre o link ‘deslizar para cima’ e a figurinha nos ajudará a determinar se é a decisão certa antes de expandir o acesso a mais pessoas”, explicou a rede social.

Os creators e o Instagram

De acordo com profissionais que trabalham com a área de Marketing Digital e com os influencers, a mudança se adequa muito bem com o atual funcionamento das plataformas digitais. Esse novo modelo tem mais sinergia com a linguagens das mídias sociais, porém as marcas deverão ter mais atenção para que a anexação de links ocorra de maneira ainda mais natural.

Para os criadores de conteúdo, será mais fácil mensurar as métricas, como número de cliques, ganhar mais curtidas no Instagram e ainda receber um feedback rápido e direto de seu público, de forma a entender melhor qual método usado obteve maior aceitabilidade com seus seguidores e replicar isso para outros temas de seu nicho.

Dessa forma também, as marcas terão informações mais claras quando fizerem alguma publicidade paga com um creator. Uma das expectativas esperadas pelo público é um aumento no número de links patrocinados e uma maior interação entre eles e os usuários, de forma a aumentar os investimentos das marcas e tornar esse processo e relacionamento ainda mais espontâneo.

Artigo anteriorPRONATEC abre 775 vagas em cursos gratuitos em setembro
Próximo artigoNova regra na China: menores de idade terão limite de 3 horas semanais para jogar on-line